Pedrinhas de outro mundo!

Quando era menino pensava na vida com palavras simples. Viver era como rolar pedras morro abaixo e gozar da rapidez e dos solavancos que elas levavam. Era delicioso vê-las saltando e saltando até se arrebentarem contra um outra pedra lá embaixo e se despedaçarem.

Viver era um gesto bonito como sentar-se no topo de um morro e contemplar o mundo. Era como tomar nas mãos um punhado de pedrinhas e ficar jogando uma aqui e outra ali. A intensidade da vida podia ser comparada com aquelas incontáveis pedrinhas ou com a beleza de ter à mão o mundo ao seu redor e se distrair com as coisas.

Às vezes me pergunto se um pedaço de mim também não se despedaçou junto com aquelas pedras, ficando por lá no esquecimento. Ou será que aquelas pedrinhas jogadas ao léu não eram sentimentos lançados aqui e acolá em minhas conversas com os outros. Talvez sejam hoje palavras perdidas no tempo ou escondidas em minha memória.

Se eu pudesse novamente sentar no mesmo lugar, no topo do mesmo morro e tomar nas mãos algumas pedrinhas, talvez pudesse reconhecer alguns vestígios meus naquele lugar. Mas, como as relvas cresceram eu também cresci. Por isso, pode ser que hoje eu seja atraído pela beleza atual das coisas e queira viver o momento presente.

Se agora onde estou brinco com os sentidos das palavras é porque meu mundo mudou. O morro, as pedras que rolavam e as pedrinhas na palma da minha mão ficaram no tempo. Viver hoje é tão bom quanto antes. Sei que vou deixando marcas e vestígios por onde passo, mas agora de outra forma. Não tenho saudades das coisas, tenho saudade de mim mesmo naquele outro mundo.

 Ronaldo Sérgio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s