Tormentos!

Eery cool portraits from Hana Al-Sayed

Tenho a sensação de que a vida se esvai, de que o amor não existe e que a paz é uma porção de atos aleatórios de conformidade e omissão. Sinto como se minha face fosse se desvanecendo e meu sorriso fosse perdendo o brilho e sumindo nas penumbras do amanhã. Tenho a impressão que o dia não tem fim e que a dor é apenas um aviso de que ainda existimos neste mundo sombrio. Há momentos em que tudo parece sem luz. Entendo. São momentos que descrevem nossa angústia e nosso tremor espiritual.

É muito bom saber que o mundo não gira ao redor das nossas sensações e sentimentos. Nem a vida se resume ao que experimentamos. Nossas impressões são imprecisas e faltosas. O que vemos nos outros é sempre um pouco do que vemos em nós, aquilo que desejamos, mas que nos falta e que gostaríamos tanto de ter. A luz existe nos outros e em nós, mas ela não nos ilumina da mesma forma. Por isso, precisamos nos deixar ficar com nossos tormentos psicológicos e espirituais. Aprender com eles e deles. Eles nunca devem nos assustar e nem nos fazer ficar doentes. A vida real é um mosaico destas duas profundidades. Um mosaico de coisas boas e sombrias de nosso íntimo e do mundo exterior.

 

Ronaldo Sérgio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s