Os ventos de agosto!

Os ventos de agosto já se foram e o céu enfumaçado das tardes secas e frias darão lugar à primavera. Em agosto o infinito é menor do que em outros meses do ano. O ar é mais pesado e sujo por causa da secura e da fumaça. Mas, setembro virá com o céu aberto e límpido. Com o horizonte escancarado para a imensidão sem fim.

Assim também acontece em nossa vida. É preciso que os ventos soprem levando consigo o desgosto e a amargura. Levando pra longe a secura das noites e a proximidade da dor. É preciso que o peso da vida dê lugar à leveza e que o ressentimento se quebre dando lugar aos abraços e à paz. Que vivamos setembro e sejamos assim abertos para as surpresas da existência

Ronaldo Sérgio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s