Cinzelar a alma.

Foto do google

Existir é decodificar a forma
a massa informe que somos
e usar o pó restante
que ficou nas mãos de Deus.

É quebrar a camada dura
a pele petrificada
o reverso que o outro atura
da face falsificada.

Não é revestir a borra
insatisfeita de tudo
das lindezas toscas do mundo
do luxo que nada honra.

Existir é reunir a poeira
com candura nas mãos
e cinzelar a alma
com o cinzel de Deus.

É lavar-se da sujidade
antes que a morte chegue
sem medo e sem aflição
de ser o que é.

Não é fazer da massa
almificada com o sopro
uma compra, uma venda, uma traca
e depois jogá-la fora
descartável ou reciclável.

Existir é sair pra fora
pra fora de si,
do mundo das coisas
que atravancam a existência
e embotam o ser.

É mais que viver
ou deixar a vida passar,
bestas também vivem
e nunca se desembestam.

Existir é ser pro outro
aquela massa diferente à nossa frente
descompassada, informe como nós,
capaz de ser o que não somos
e de dizer não,
pois é massa que fala.

Não é querer moldar alguém,
nem a Deus como desejamos,
nem fazer ramal do mundo
com nossas vontades infantis.
Uma terceira perna
pra justificar nossos sonhos.

É encontrar o pó restante
que ficou nas mãos de Deus
pó que ele vai jogando aos poucos
cada dia, um atrás do outro
para que se complete a obra
e a massa informe
se torne o que não é e exista
ex-bicho, ex-coisa, ex-mundo, ex-monstro.

Existir é moldar a massa inacabada
e se tornar humano…

Ronaldo Sérgio

Anúncios

9 comentários em “Cinzelar a alma.

  1. KAMBAMI disse:

    “Existir é moldar a massa inacabada e se tornar humano…”, interessante, tem que ser humano ou pode ser inerte? No mundo que visamos percebemos esse molde de seres, que se assemelham, se esbarram, se contemplam e não se deixam pertencer, cada qual se acha uma vida única, um único Ser.
    Vou ler agora o pensamento de Deus, verei o que pensa de mim, de todos, se ele anda satisfeito conosco ou se está cheio de desgostos.

    Só proseando… Abraços! 😉

    Curtido por 1 pessoa

  2. mateuszanetti disse:

    Fazia bastante tempo que eu não lia poesia de verdade em blog. Parabéns pela composição do poema. Espero ansiosamente por mais leituras no futuro.

    Curtido por 2 pessoas

  3. Belíssima poesia, Ronaldo! Abs.

    Curtir

  4. jomabastos disse:

    A torneira poética está jorrando.

    O que todo o ser racional mais almeja, é ser humano…uma tarefa nada fácil.

    Desejo-lhe um Ano 2015 rico em saúde e criatividade!

    Curtido por 3 pessoas

  5. Daí a necessidade de uma certa coragem. Existir é resistir a nós mesmos.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s