O Morto!

Zé Veloso

Sobras de tempo
nas gretas e o susto
do grito nas sombras.
Atrás do muro
o vagar da vida,
entre as folhas,
tosca como as pedras.

Tropeça em seus pés
a brisa enlevada
distraída aos sussurros
com a morte e o nada.
Cai em si,
o mundo pendido,
a ave tombada.

Figuram os galhos
o oco da vida,
o frágil estilhaço
de corpo estendido.
A doçura da morte
ao descaso se esconde
dormindo contigo.

Esbarra-se aos becos
nos arredores da gente,
sem azos à dor
alheio ao olhar
de quem passa espantado,
espalmando ao largo
a fronte seca: morto.

Ronaldo Sérgio

Anúncios

8 comentários em “O Morto!

  1. Jhenni disse:

    Oi, tudo bem? Estou sempre acompanhando seu site e fiz uma indicação sua no meu a respeito do Prêmio Dardos que é uma espécie de selo virtual criado em 2008 pelo escritor Alberto Zambade, autor do blog Leyendas de “El Pequeño Dardo” El Sentido de las Palabras. Abaixo está o link contanto mais sobre o prêmio e o modelo de post, caso queira participar. Desde já Boa sorte!:)

    LINK: https://tempocertosite.wordpress.com/2016/06/08/premio-dardos/

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s