Tenebrosa beleza

7.08.2016 - 1

Diz-me,
tenebrosa beleza
o que escondes
tão longe de mim
vindo assombrar-me
com a força do vento.

Conta-me
terna escuridão
o que contigo trazes
revirada em mim
chegando assustar-me
na curva do tempo.

Figura-me
terrível encanto
se foi o amor, a dor ou a flor
que te deixaram assim
querendo aturdir-me
vazio dos sonhos.

Carrega-me
pois, carrega-me contigo
leva o que tens e o que tenho
não me deixes só no desamparo
sentado na praia
sofrendo minha dor.

Foto de Jale Elaj
Ronaldo Sérgio

Anúncios

11 comentários em “Tenebrosa beleza

  1. Que beleza amanhecer com uma onda linda assim! Belíssimo.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Apoli-chan disse:

    Onda que lava a alma… Gosto muito dessa metáfora! Ainda que muito utilizada por aí, foi bem mencionada por ti! =D

    Curtido por 1 pessoa

  3. Lara disse:

    Bom dia amigo!

    Seu blog repassa uma sensação de leveza, tranquilidade… gostei bastante daqui.
    Amei este seu poema, aliás estava olhando outros e são todos muito bons mesmo.

    Bjos,

    Lara
    Colaboradora do Blog Consultas de CPF Grátis

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s