Nua

Corpo1

Entre… mal abriu a porta. A brisa tocava-lhe o rosto. Sustentada pela eterna expansão da noite. Seu desejo rasgava-lhe o riso. Despercebida. Era o mundo entregue a ela. A brandura do calor do corpo dele. O tom da sua voz. Completamente envolta. Dentro dele. Deu-lhe um beijo. Um abraço. Entraram.

Venha! Sente-se…. estou quase pronta. Segura-lhe a mão. Comprimida pela maciez de seu perfume. Saiu. O quarto a volvê-la toda. Nua. Trocava-se com a lentidão do toque. Fugidio era o pensamento nele. Na sala. À espera dela.

Sairam àquela noite….

 

Ronaldo Sérgio

Foto: Google

Anúncios